Dá-nos a tua opinião sobre o filme Amanhecer-Parte 1 AQUI.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Entre Rosas e Espinhos - 29º Capítulo


29º Capítulo

Quando o vê naquela moto me esperando pensei que fosse para o céu.

E fui na verdade só que nele acabei aterrissando na realidade,QUASE TODAS AS GAROTAS DA MINHA ESCOLA DORMIRAM COM O MEU NAMORADO!

Foi demais para a minha cabeça.

Fiquei atormentada,mesmo ele dizendo que me ama.

No fim,sei que ele me ama mesmo.

Mesmo ele tento transado com a garota na escada de incêndio,nossa que lugar mais bizarro para transar.

Passamos uma tarde incrível juntos,fomos ao penhasco e ele me mostrou seu lugar favorito.

Na hora da despedida é que foi ruim.

Não sei o que é,mas para mim,nunca o tempo que fico com ele é suficiente,sempre sinto aquela saudade incontrolável,ele antes mesmo de eu ligar para ele,ele o faz.

Jake está trabalhando numa oficina de La Push,mostrando que é responsável,tomara que ele ande na linha.

Mesmo ele não andando vou continuar perto dele do mesmo jeito.

O amo,mas que tudo no mundo.

Estou saindo da escola e mesmo achando um exagero Jake,vir me buscar todos os dias,estou até gostando disso,afinal de contas posso passar mais tempo com o meu amor.

Estou saindo,quando uma mão me puxa.

Acabo me deparando com Mike Newton.

-Me solta criatura.-Disse me afastando.

-O que todas as garotas vêem em Jacob Black?-Disse se aproximando.

-Não lhe interessa.-Disse me soltando e indo em direção a saída,se esse cara continuar a me seguir vai dar problema.

Estou praticamente correndo e posso avistar Jake parado na moto,me esperando,ele percebe que tem algo de errado,quando passo quase derrubando todo mundo pela frente,para cair em seus braços.

-Renesmee.-Disse Mike tentando me puxar em sua direção.

-Me solta.-Disse desesperada.

Vejo Jake correr em nossa direção e puxou o cara bela gola.

-O que ta pensando?-Disse extremamente nervoso e quase agredindo o cara.

-Dando o troco,vou comer ela na frente de todo mundo.-Disse rindo.

Perai!

Por que todo mundo que acabar me comendo?

To cansada disso já,eu não sou vagabunda não.

Jake não pensou duas vezes,começou a socar o tal do loiro aguado na frente do colégio todo,o que fez todo mundo ficar na porta gritando,briga.

Fui até Jake e o arrastei para longe da confusão,não sei o que rolou depois e nem quero saber.

Fomos direto para a sua moto e saímos de lá em alta velocidade,nem sei para onde.

Jake está dirigindo feito louco sobre a estrada de La Push,pelo que estou tentando distinguir estamos indo para o penhasco.

Ele parou bruscamente a moto e eu saltei,Jake saio andando sem rumo,o segui desesperada,não sei o que fazer,acho que sei.

Chegamos a berra do penhasco e acho que devo me pronunciar,pelo menos é o que acho que deve ser o certo.

-Jake.-Disse colocando a mão em meu rosto.

Ele não respondeu,acho que ele está pensando que estou dando frete para alguém ou algo do gênero,sei lá,o que o meu namorado está pensando,queria que ele compartilhasse as coisas comigo,pelo menos quando está desse jeito.

-Jake.-Voltei a falar e ele me encara de uma maneira furiosa.

-Renesmee por favor.-Disse jogando as mão para o alto.

-Eu não dei bola para ele,pode perguntar as meninas.-Disse em minha defesa.-Se não acredita em mim,acho melhor agente.-Ele não me deixou terminar a frase,me agarrou pelo braço e me puxou de encontro para o seu peito.

-Nem fale nisso.-Disse com um tom de desespero.-Nunca mais.-Disse com os olhos marejados.

-Meu amor.-Disse me aproximando ainda mais.

Ele não disse nada,apenas me beijou,um beijo violento,que me mostrou que eu pertenço incondicionalmente a ele.

Meu corpo;

Minha alma;

Meus sentimentos;

O meu coração.

Tudo em mim é dele,não tem nenhuma parte do meu corpo que não pertença a esse moreno que está bem na minha frente.

Jacob Black.

O meu troglodita favorito,o amor da minha vida.

-Me faz sua.-Disse entre seus lábios,completamente entregue aos seus carinhos.

Jake apenas concordou com seus atos,passou suas mãos nada delicadamente debaixo da minha blusa e a puxou para cima,mostrando o meu sutiã branco de renda.

Em seus lábios foi emitido um gemido abafado pelos meus lábios.

Que capturaram os meus de forma intensa e provocante,me senti completa de novo,estar nos braços de Jake é estar no paraíso sem fim.

Suas mãos começam a abri a minha calça e a puxarem para baixo,levando a minha calcinha,hoje,provavelmente,não terá preliminares,pela euforia e pela pressa dele.

Minhas mãos que estavam paradas em seu peito,foram puxando a sua camisa para cima e acariciando o seu abdômen definido,aproveitando todos os seus gominhos,perfeitos.

O fazendo gemer.

Sinto o meu corpo sendo puxado para baixo e vou sendo levada pelo amor da minha vida,sem reclamar,sem hesitar.

Sinto a grama em minhas costas,suas mãos em minhas curvas,me deixando ainda mais hesitada com o momento.

Minhas mãos voaram para desabotoar a sua calça e assim que o fiz,comecei a puxá-la para baixo,Jake se levantou e retirou a calça e a sua boxer de uma só vez.

Mostrando seu membro completamente duro e ereto,arfei com a visão.

Ele sorrio e veio em minha direção,separando as minhas pernas e encaixando seu membro em minha entrada,me possuindo logo em seguida.

-Hoje que quero que você grite.-Sussurrou em meu ouvido.

Senti seus dedos fazendo movimentos em minhas sensibilidade e comecei a gemer,pude perceber o sorriso se fazendo no rosto do meu amor e ele começando a me penetrar de forma mortal e rápida.

Seus movimentos tanto em seus dedos,quando em seu membro em mim são intensos e rápidos me levando completamente ao delírio.

Um entre e sai,gostoso e profundo,me estocando como se o amanhã não existisse,como se amanhã eu fosse acordar e constataria que ele não é a pessoa que quero ao meu lado.

Como se isso um dia fosse possível.

Nossos corpos estão suados e nossas respirações ofegantes.

Nossos gemidos estão misturados e eu estou pedindo por mais,gritando por mais e ele sorrindo e me dando.

Até que os nossos corpos foram abatidos pelo orgasmo.

Juntos,como sempre.

Nos encaramos e ele me deu um beijo terno e cheio de amor.

-Eu te amo muito,por favor nunca me abandona.-Voltou a pedir para mim.

-Já disse que nunca vou fazer essa asneira meu troglodita.-Disse o beijando.

Sem comentários: