Dá-nos a tua opinião sobre o filme Amanhecer-Parte 1 AQUI.

sábado, 1 de outubro de 2011

A Cura - 31º Capítulo - Último Capítulo

Chegámos ao último capítulo desta maravilhosa fanfic escrita pela Manuca!!!
Espero que tenham gostado!
Dia 3 de Outubro (segunda-feira) teremos mais novidades sobre uma possível fanfic, fiquem atentos!!!!!
Boa leitura!


31º Capítulo
Ultimo Capitulo.

Não posso deixar o grande amor da minha vida assim,não mesmo,por que simplesmente eu amo esse homem e não posso ficar afastada dele,então não tenho outra resposta a não ser um não bem grande.

-Vai Nessie.-Diz eu sei que ele está engolindo o choro.

-Não eu vou para Julliard.-Digo séria olhando para ele.

-Não pode perder essa oportunidade.-Diz e ficamos um de frente ao outro.

-Posso sim.-Digo séria e me viro para o senhor.-Desculpe mais não posso aceitar a oferta.-Voltei a pegar sua mão e arrastei Jake para o meu quarto.

Quando chegamos lá fechei a porta e o encarei.

-Por que?-Pergunta.

-Por que eu não vivo sem você meu amor.-Digo o puxando para um beijo.

Jake me deixa colada com seu corpo e me empresa com seus braços fortes e me deixa completamente louca com seus toques.

Entrelaçando seus dedos em meus cabelos e me suspendendo do chão,me fazendo entrelaçar minhas pernas em volta da sua cintura.

Dou leves mordidinhas em sua boca e fomos parando o beijo com selinhos demorados.

Nos encaramos e vejo os olhos negros dele totalmente brilhantes e apaixonados.

-Eu te amo.-Dissemos ao mesmo tempo e demos mais um selinho.

Ouvimos uma barulheira dos infernos no andar debaixo e demos uma pequena risada,Jake me soltou e fomos de mãos dadas e encontramos uma sena hilária,tia Rose completamente vermelha brigando com minha tia fadinha.

-O que está havendo?-Pergunto.

-Alice e Rosálie estão brigando.-Diz minha vo.

-Isso eu percebi agora por que?-Pergunto.

-Minha querida sobrinha é Paris.-Disse tia Alice com os olhinhos brilhando.-Não quer mesmo morar lá?-Pergunta.

-Sem Jake,não.-Disse dando de ombros.

-Mas.-Disse nervosa.

-Mas nada tia Alice,vou para Julliard.-Disse sorrindo olhando para Jake,o meu lugar ao lado do homem da minha vida.

Ela respira fundo e bate o pé.

-Não tente se intrometer nas escolhas da Nessie,Alice.-Disse tia Rose num tom desafiador.

Calma ai.

Tia Rose não falando nada contra o meu namoro com Jacob é novidade.

A encarei incrédula.

-Que foi?-Pergunta sem entender.

-A senhora não implicando com o Jake?-Pergunto.

-Odeio o cachorro,mas você gosta dele,fazer o que?-Disse dando de ombros.

Abri um imenso sorriso com isso.

-Pelo menos posso decorar o apartamento de Nova York?-Pergunta tia Alice sorrindo e pulando animadamente.

Às vezes acho que minha tia precisa mais dos serviços de Sarah do que eu ultimamente.

-Pode Alice.-Disse mamãe.

-Dona Bella.-Jake tentou protestar.

-Nada,vai ficar quieto e receber tudo de mão beijada.-Disse tia Alice e Jake resmungou.

Ele não gosta desse tipo de coisa,odeia se sentir subjugado ou algo do tipo,meu amor é muito orgulhoso.

-Além disso Sarah está amando a idéia de decorar o apartamento.-Disse tia Alice e percebo meu amor suspirar de alivio.

Já que a mãe dele está no meio até eu fico mais aliviada por que se depender de Alice o meu apartamento,quer dizer nosso apartamento,por que é meu e de Jake,afinal foi comprado pelos nossos pais e estão em nosso nome.

Detalhe.

Iria ficar completamente diferente de nos dois,dos nossos gostos,sei lá ela é sofisticada demais.

A semana passou voando e mesmo as minhas coisas e a de Jake já tivessem sido organizadas em menos de dois dias,tia Alice e Sarah estavam tentando organizar todos os pontos do nossos apartamento em Nova York e só nos deixaram viajar quando estava tudo pronto.

O que quer dizer uma semana,muito pouco não?

Para tia Alice é num estalar de dedos,o mulher que consegue fazer coisas rapidamente viu.

Antes de nos dois embarcarmos nossos amigos fizeram uma festa de despedida para nos dois me deixando muito emocionada com a atitude.

Leah estava inquieta e me olhava em cada segundo,o que quer dizer que ela quer conversar,sai de fininho e ficamos atrás da minha casa.

-O que foi?-Pergunto.

-Não quero perder a minha melhor amiga.-Disse me abraçando muito forte.

-Não vai perder,qualquer coisa temos internet e telefone.-Disse rindo.

-Eu amo você.-Disse sincera.-Não como antes.-Deixou claro.

-Eu também amo você.-Disse e sei que ela abriu o maior dos sorrisos.

Voltamos para a festa,que durou até o amanhecer,deixando todos arrasados,para a minha infelicidade eu e Jake tivemos que dormi separados hoje,eu na minha casa com os meus pais e ele com os pais dele.

Não gostei muito disso mais tudo bem.

Acabei dormindo com os meus pais,literalmente,na cama deles,abraçadinhos me senti tão amada ali,como se nada pudesse me prejudicar nunca mais na minha vida.

Acordo com minha mãe me dando beijinhos e meu pai alisando o meu cabelo.

-Boa tarde meu amor,temos que levantar.-Disse já tentando chorar.

-Não chora mãe.-Disse triste.

-Não tem como estou perdendo o meu bebe.-Disse com lágrimas caindo em seu rosto perfeito em forma de coração.

-Não estão não.-Disse e acabei ganhando um abraço grupal.

-Vamos logo.-Disse meu pai antes de se levantar e tentando não chorar.

Sorri triste para os dois e vou para o banheiro e tomo um longo banho,molhando os meus cabelos e pensando na minha vida.

Saio e troco de roupa rapidamente,colocando uma maquiagem leve nos olhos e terminando de pegar as minhas ultimas coisas.

Antes de sair do meu quarto dou uma ultima olhada,vejo o meu quarto amontoado de caixas e completamente e somente com os moveis.

Abro um sorriso triste nos lábios,uma lágrima solitária desce e eu respiro fundo,saindo logo em seguida,encontrando todos os meus familiares.

Acabo abraçando um por um e encontrando Sarah me esperando na porta.

-Aqui está o nome,endereço e o telefone do seu nome psiquiatra.-Disse sorrindo e me abraçando apertadamente.

-Muito obrigada por tudo.-Disse chorando.

-De nada querida.-Disse beijando a minha testa.

Nos separamos e lá estava Jake com aquele imenso sorriso me esperando,se aproximou,pegando a minha mala e me dando um selinho.

-Pronta?-Pergunta.

-Claro.-Digo e caminhamos até o taxi.

Olhei para trás e dei um ultimo adeus a minha família,não ultimo,não gostei disso melhor reformular um até logo.

Isso sim soa melhor.

Entrei no taxi e Jake ficou ao meu lado segurando minha mão,nos olhamos e ele abriu um imenso sorriso para mim,aproximando nossos lábios e nos beijamos.

-Eu te amo.-Sussurramos um para o outro e partimos para mais uma fase da nossa vida.

Juntos.


Epilogo.

Quatro anos se passaram depois da nossa ida a Nova York e muitas coisas aconteceram na minha vida.

Muitas mudanças e outras coisas permanecem as mesmas.

Tia Alice e Tio Jasper conseguiram ter um lindo menininho a um ano,seu nome é Brad e é a coisa mais fofa do mundo.

Tia Rose e tio Emmett,aproveitaram o ensejo e estão grávidos de uma menina,que vai se chamar Mel.

Meus pais continuam morando em La Push e vivendo com o amor que eles sempre tiveram.

Meus avos paternos,Carlisle e Esme,tiraram férias de tempo indeterminado e estão viajando pelo mundo.

Meus avos maternos,Renee e Charlie,continuam apaixonados e curtindo suas vidas na mesma rotina de sempre.

Os nossos amigos estão juntos até hoje.

Leah continua sendo a minha melhor amiga e sempre nos falamos pelo menos uma vez por dia.

Ela está com o Embry e os dois planejam se casar.

Sam e Emily estão trabalhando na Inglaterra como contadores.

Claire e Quill abriram uma boate em Seattle e se mudaram para lá.

Kim e Jared estão bem e felizes esperando seu primeiro filho.

Seth está namorando uma garota chamada Rebecca.

Os pais de Jake estão indo cada dia melhor e Sarah nunca conseguiu de deixar de ser a minha terapeuta.

É mesmo a distancia não conseguia me consultar com mais ninguém,ficava travada.

Falando na minha vida.

Está de vento em polpa.

Se estão se perguntando se ainda estou com Jake?

A RESPOSTA É UM GRANDE SIM!

Nos casamos a dois anos e agora sou a senhora Black oficialmente,logo em seguida engravidei das gêmeas Nina e Alexandra,vivemos em Nova York por causa da minha carreira.

Jake abriu uma oficina e está indo muito bem por sinal,sendo o cara batalhador e honesto como sempre.

Já eu estou me preparando para mais um show,lotado no central Park.

-Vamos Renesmee,está na hora.-Disse James para entrar no palco.

-Claro.-Digo dando os últimos retoques na maquiagem.

Me levanto e entro no palco,todos berram meu nome,Nessie Black,entrei com um enorme sorriso e comecei a cantar e dedilhar no violão Butterfly Fly Away.



You tucked me in

Turn out the light

Kept me safe

And sound at night

Little girls depend on things like that



Me lembro de todos os nosso momentos.



Foi então que um cara MARAVILHOSO,entrou na sala,tem o mesmo biótipo dos outros,porém é extremamente gato,seus traços são marcantes,lábios carnudos,cabelos despenteados,com olhos penetrantes,veste um casaco de couro.


Como não reconheci ele?



-Não acha feio matar aula não?-Pergunta uma voz rouca atrás de mim.

Fico completamente gelada e morrendo de medo.

Me viro bruscamente e encaro o garoto mais lindo que já vi na minha vida,vestindo um casaco de couro,blusa preta e Jens.

O cara é mais lindo de perto do que de longe e seus olhos negros são hipnotizantes.

Queria responder,sorri,ficar ali e curti o momento,afinal o cara me seguiu,um tremendo gato me seguiu,porém,sempre tem um porém.

E ainda por cima depois fugi dele.



Brushed my teeth

And combed my hair

Had to drive me everywhere

You were always there when I looked back



Quando finalmente reconheci me achei uma complete idiota.



-Renesmee,acho que você não se lembra mais esse é o Jacob Black,filho da Sarah,vocês eram amigos,quando pequenos.-Disse com um sorriso.

-Olá Nessie.-Nessie?

Para tudo,tinha um amigo meu quando era pequena que me chamava de Nessie,ele cresceu e ficou isso tudo?

-Oi,Jake.-Falei sem jeito,ele tentou se aproximar e eu recuei,ele respirou fundo.

-Não precisa ter medo de mim,não vou te machucar.-Disse com um olhar sofrido.-Prometo.-Disse sério.-Só vou me aproximar quando me der autorização para isso.-Disse e eu suspirei.



You had to do it all alone

Make a live

And make a home

Must of been as hard as it could've be



Ou quando ele não me tocava ainda,me pedindo para ficar perto de mim.



-Deixa eu te ajudar.-Disse com um tom sofrido.-Por favor.-Implorou.-Deixa eu ficar perto de você.-Falou e mesmo implorando para ficar perto de mim,não chegava o suficiente.-Por favor.-Disse chorando e levantei o meu rosto,ele estava chorando.

-Por que está chorando?-Pergunto tentando entende-lo.

-Por que eu gosto de você e não agüento te ver desse jeito,por favor,deixa por favor eu te ajudar,mesmo que seja sem contato fisco,não te toco.-Falou ainda chorando.-Me deixa.-Suplicou.



And when I couldn't sleep at night

Scared things wouldn't turn out right

You were there to hold my hand

And sing to me



Ou no nosso primeiro beijo.



Sinto sua respiração quente perto do meu rosto e ele fecha seus olhos,esfregando seu nariz no meu.

Curtindo o momento.

Fecho os olhos tentando me entregar,porém com um pé atrás.

Quando ele tenta tocar em meus lábios,no mesmo instante,tento recuar e ato o faço por centímetros,porém me impulsiono e colo nossos lábios.

Ele começou um beijo,aproveitando os meus lábios,sem pedir passagem com a língua,só saboreando os meus e eu os dele.

Seus lábios são macios e quentes,suas mãos escorregaram pela minha cintura e me prenderam junto ao seu corpo,quando sua língua pediu passagem em meus lábios.

Explorando cada canto da minha boca,com a sua língua quente e macia.



Catepillar in the tree

How you wonder who you'll be

Can't go far

But you can always dream



Quando começamos a namorar.



Nos sentamos no fundo e ele em vez de ficar na minha frente,fica ao meu lado.

Encosto a cabeça em seu ombro e ele fica brincando com os meus dedos.

-O que ta rolando entre agente?-Pergunta.

-O que você quer que role?-Pergunto.

-Eu quero namorar você.-Disse dando de ombros.-Não é novidade para ninguém isso.-Disse me encarando.

-Então estamos namorando.-Disse e seus olhos negros que já estavam brilhando,agora viraram praticamente um holofote de tanta felicidade.

-Jura?-Pergunta.

-Juro.-Disse e ele abre aquele sorriso lindo,não consigo não sorri.





Wish you may and wish you might

Don't you worry

Hold on tight

I Promise you

There will come a day

Butterfly fly away



Ou quando me declarei para ele.

-Ele roubou a minha oportunidade de me entregar a alguém por amor Jake.-Disse suspirando.-De me entregar a você por amor.-Disse e ele suspira e seus olhos brilhando.

-Você me ama?-Pergunta.

Meu coração dispara,vou conseguir confessar mesmo o meus sentimentos para ele?

-Te amo Jake.-Disse de uma vez e ele toma os meus lábios sem aviso prévio.





Butterfly fly away

Butterfly fly away



Quando tentei me matar e ele me disse que me seguiria para onde eu fosse.



-Nunca mais faz isso por favor.-Disse chorando.

Ele se aproxima de mim,se sentando na minha cama,colocando suas mãos em meu rosto sustentando nosso olhar.

-Não me importo em não fazer amor com você agora,contanto que você esteja do meu lado.-Disse soluçando.-Nessie você não tem idéia de quanto eu te amo,de quanto você é importante para mim e quanto me machuca ver você tentar se ferir.-Disse e abaixou a cabeça com os olhos fechados.

-Jake.-Disse com uma voz fraca ainda tonta.

-Deixa eu terminar de falar.-Disse com uma voz irritada,não falei mais nada.- Renesmee Carlie Cullen,eu te amo mais que a mim mesmo,nunca duvide disso.-Disse me encarando.-Por tanto não tente se matar novamente,por que se você conseguir vamos nos ver no inferno.-Disse me encarando e eu arregalei os olhos.-Por que se você se matar,eu vou atrás.-Disse com uma voz tão convincente que cheguei a me assustar.

-Jake.-Não conseguia dizer mais nada que não seja o seu nome.

-Não me venha com Jake,se você for para o inferno eu vou junto,se você for para o céu eu vou junto,se você for para a conchichina,eu vou junto,nem deus me faz ficar separado de você garota.-Disse com a voz mais rouca que o normal secando as próprias lagrimas.





Got your wings

Now you can stay

Take those dreams

And you can make them all come true



Quando ele disse que queria ter um futuro comigo.



Jake continua me encarando,completamente amoroso e eu continuo catatônica.

-Quer ter filhos comigo?-Pergunto.

-Claro,num futuro.-Disse me deixando aconchegada em seus braços.



Butterfly fly away

Butterfly fly away



Quando ele me pediu para não o abandonar.



-Por favor diz que não vai me abandonar.-Disse com uma voz sofrida.

-Jake eu fui.-Ele calou minha boca.

-Não importa o que aquele desgraçado fez com você.-Disse tentando não chorar.-Eu te amo.-Disse.-Pelo amor de deus para de querer fugir do nosso amor,pensei que já tínhamos superado isso.-Disse nervoso e chorando.

Eu não consegui falar nada apenas olhar os olhos do cara que mais amo na vida se encherem de lágrimas.

-Você devia ter se apaixonado por alguém menos louca que eu.-Disse chorando.

-Não seria você.-Disse se sentando e quase arrancando a agulha que estava no seu braço.



You've been waiting for this day

All along you know just what to do



Mas a melhor lembrança de todos foi quando o conheci.



Estou na casa do meu avo Charlie e um carro estaciona,saltando uma mulher de pele avermelhada e um homem com uma expressão meio carrancuda,em seguida um menino que quando me viu abriu um imenso sorriso e veio correndo em minha direção.



-Meu nome é Jacob Black e você quem é?-Pergunta.

-Sou Renesmee Carlie Cullen.-Digo sorrindo também.

-Posso te chamar de Nessie?-Pergunta.-Sabe encurta?-Disse ainda sorrindo.

-Amei o apelido Jake.-Disse e começamos a brincar.



Deveríamos ter uns cinco anos na época.



Butterfly

Butterfly

Butterfly

Butterfly fly away



Butterfly fly away



Butterfly fly away



Sou aplaudida de pé por milhares de pessoas e faço uma pequena reverencia sorrindo como uma boba.

Vou para o camarim e lá está meu amor e minha princesas.

-Surpresa mamãe.-Disse Jake mostrando nossas lindas.

-Que surpresa mais maravilhosa.-Disse beijando as carinhas delas.

-E eu não ganho um beijo não?-Pergunta fazendo bico.

-Claro,meu amor.-Disse me aproximando e ele me rouba um beijo de tirar o fôlego,explorando cada canto da minha boca com a sua língua maravilhosamente macia.

-Eu amo você.-Dissemos ao mesmo tempo sorrindo um para o outro.

E foi com esse sentimento que nos acompanhou até o final de nossas vidas,criando as nossas princesas.

Jacob Black;

Meu amado melhor amigo;

Amor da minha vida;

Namorado perfeito;

Marido ideal;

Devo a ele a minha vida e a minha felicidade,pois ele é a minha eterna cura.

Fim.

1 comentário:

- Anne! disse...

A fic foi simplesmente perfeita do começo ao fim... Não havia como não se emocionar ou como ficar irresistivelmente ansciosa quando um cap. acabava na melhor parte.
Espero poder em breve ler outra fic. por aqui...


Aguardando ansciosamente....
Beijoos a todas!